Pix e 99Pay dinamizam pagamento dos meios de transporte

Desde julho, carteira digital da 99 realiza transações para quem não tem conta bancária; na mesma linha, Pix estreia em novembro

Na esteira da evolução dos meios de pagamento no País, o Pix será lançado em novembro pelo Banco Central oferecendo um sistema instantâneo de transferências digitais. A ideia é bem simples: tendo em mãos o aplicativo de uma instituição financeira, pessoas e empresas podem ver o dinheiro sair ou entrar na conta em segundos e a qualquer hora ou dia da semana, sem cartão, cédulas ou moedas, acionando apenas o número de celular ou QR codes dos destinatários. Inicialmente disponível para quem tem conta corrente, o Pix busca se consolidar como uma ferramenta de inclusão, atendendo os cerca de 36 milhões de pessoas que não têm conta em banco, o equivalente a um em cada cinco brasileiros. Futuramente, o serviço permitirá saques em estabelecimentos comerciais e quitação de contas atrasadas, por exemplo.

Quem também ganha com a novidade é o setor de transportes. A facilidade na compra créditos reduz a necessidade de recorrer a pontos de recarga, ao mesmo tempo em que diminui a dependência de dinheiro vivo para realizar os deslocamentos. Acompanhando essa transformação, a 99 saiu na frente e lançou em julho o 99 Pay, a primeira carteira digital criada por um aplicativo de mobilidade urbana no Brasil. Disponível em nove cidades, Campinas (SP), Piracicaba (SP), São José dos Campos (SP), Curitiba (PR), Londrina (PR), Maringá (PR), Porto Alegre (RS), Cuiabá (MT) e Uberlândia (MG), o serviço funciona como um sistema de créditos que podem ser adicionados por meio do cartão de crédito ou débito, transferência bancária ou boleto, atendendo também a quem não tem conta em banco. 

Feito o depósito, o usuário consegue recarregar celular pré-pago, pagar qualquer tipo de boleto como contas de água, luz e gás e, claro, pagar suas corridas da 99 – tudo isso sem cobrança de taxa alguma. A nova solução tem o potencial de incluir seus mais de 20 milhões de usuários ativos à economia digital. “Queremos ser protagonistas na democratização dos meios de pagamento digitais, oferecendo serviços mais acessíveis, seguros e convenientes para nossos usuários”, diz Maurício Filho, Diretor da 99Pay.

A funcionalidade é acessada dentro do próprio app de corridas ou de entrega de deliveries, o 99Food, e oferece benefícios como descontos nas viagens ou nas entregas de comida. Outra vantagem é o ganho em segurança, já que os pagamentos dispensam a necessidade do contato físico e ajudam a reduzir o risco de contágio pelo coronavírus. Segundo a 99, 70% de todas as viagens realizadas pelo aplicativo são ainda pagas em dinheiro vivo.

Os planos para o futuro miram a disponibilização da carteira para novas cidades brasileiras  e uma possível integração com cartões de transporte, conectando os usuários à rede pública. “Acreditamos que a mudança no mercado de pagamento provocada pelo PIX irá beneficiar a mobilidade urbana, mas o formato e a velocidade com que isso acontecerá está diretamente relacionada à habilidade de empresas como a 99 em sempre seguir inovando”, afirma Maurício.

Compartilhe!